Francisco José Magalhães

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/CPF/FJM
Title type
Atribuído
Date range
1970-01-01 Date is uncertain to 2010-01-01 Date is uncertain
Dimension and support
Dimensão: cerca de 12.820 documentos fotográficos. Formato: 35mm, 6x7cm. Polaridade: negativos e positivos. Suporte: plástico e poliéster. Cor: p/b. Processo Fotográfico: gelatina e prata.
Biography or history
Francisco José de Faria Pereira Magalhães nasceu, a 17 agosto 1942, na freguesia do Bonfim, no Porto, e faleceu, a 06 julho 2016, em Fazendas de Almeirim.

Iniciou o estudo de pintura na Escola de Artes Soares dos Reis, no Porto, e mais tarde em 1964 obteve o diploma de estudos de teatro no Conservatório Nacional, em Lisboa.

Em 1966, parte para Paris, onde se licenciou em História/Sociologia na école Pratique des Hautes Études, Sorbonne VI e, mais tarde, o mestrado e o doutoramento, em Ciências da Educação, pela Universidade de Caen, França.

Mais tarde, foi residir para Londres, onde publicou textos de carácter histórico e sociológico sobre cinema e a sociedade inglesa, tendo trabalhado como correspondente na área do jornalismo cultural.

Regressou a Portugal, na década de 90, dedicando-se ao estudo da história urbana, à investigação na área da tradução e à escrita (ensaio, ficção, poesia e drama). Publicou vários livros, revistas e jornais especializados em Portugal e no estrangeiro, estando traduzido em várias línguas.

Dos ensaios publicados, destacam-se: Étude Sociologique du Film Le Procès d’Orson Welles, d’après Kafka, EPHE, Paris (1975); Lisboa 1809 – Diário de John Cam Hobhouse, Livros Horizonte, Lisboa, que obteve o 2.º Prémio Municipal "Júlio de Castilho" de Olisipografia/93; Da Tradução Profissional em Portugal - Estudo Sociológico, trabalho de investigação subsidiado pelo Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICALP) e publicado com o apoio do Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro, Ediçoes Colibri, Col. Voz de Babel, Lisboa (1996), considerado uma obra de referência nos países lusófonos e na Europa; La formation du traducteur profissionnel, thèse de doctorat em sciences de l’éducation, Université de Caen, édition microfichée, ARRT et Septentrion PU, Université Charles de Gualle, Lille 3 (2002). Na ficção, publicou Diálogos à Margem do Tejo, 2005, traduzido para búlgaro e castelhano. E em 2008, O Professor Periri, traduzido para castelhano.

Inicia-se na fotografia, na capital francesa, atividade que iria acompanhá-lo durante mais de 40 anos, como forma de expressar as suas opções políticas e estéticas.
Geographic name
Porto
Functions, ocupations and activities
Francisco José Magalhães foi escritor, tradutor, docente universitário, consultor e conferencista, em vários países europeus e asiáticos, incluindo Macau e Timor-Leste. Exerceu o cargo de presidente da Associação Portuguesa de tradutores de 1991 a 2006.
Internal structure/genealogy
Francisco José Magalhães foi casado com Helen Janina Domachowski Magalhães e não tiveram descendência.

Filho de João Baptista de Melo Pereira de Magalhães (1913-1982) e de Maria Albertina de Almeida Gonçalves de Faria (1913-1998) e irmão de Maria Inês de Faria Pereira de Magalhães (1941-1954).

É descendente dos Condes de Alpendurada, o seu avô foi João Baptista de Carvalho Pereira de Magalhães (1877-1951), 2º Conde de Alpendurada e o seu tio e padrinho foi o Francisco Manuel Melo Pereira de Magalhães (1909-1981), 3º Conde de Alpendurada.
Acquisition information
Documentação adquirida por doação através da proprietária e herdeira Helen Janina Domachowski Magalhães, em 21 de outubro de 2019.
Scope and content
O conjunto de documentos fotográficos apresenta uma temática diversificada que compreende: acontecimentos políticos e sociais em Paris 1972-1973, em Portugal 1974-1975, no Reino Unido 1975-1980. A cidade do Porto, nomeadamente a área ribeirinha e os seus habitantes, os meios rurais, as cidades piscatórias. Também captou o percurso do poeta Byron, em Sintra, os espaços públicos de várias cidades portuguesas, assim como, o património arquitetónico da cidade do Porto, de Lisboa, de Tomar, de Viana do Castelo, do Alentejo, do Minho, do Gerês, de Aveiro, de Alpendurada. Ou ainda, paisagens urbanas e rurais de Macau, Hong Kong, China, Vietname, Tailândia, Timor, Estados Unidos, França, Inglaterra, Espanha, Grécia.

A par da fotografia de expressão mais documental, destaca-se também uma fotografia mais estética, de carácter abstrato.
Documental typology
Formato: 35mm e 6x7cm. Polaridade: negativos e positivos. Suporte: plástico e poliéster. Cor: p/b. Processo Fotográfico: gelatina e prata.
Arrangement
Documentos fotográficos a aguardar tratamento.
Access restrictions
Documentação acessível. Aguarda tratamento.
Conditions governing use
A reprodução de documentos encontra-se sujeita a algumas restrições tendo em conta o tipo dos documentos, o seu estado de conservação, o fim a que se destina a reprodução, às normas que regulam os direitos de propriedade e à legislação sobre os direitos de autor. A utilização da reprodução para efeitos de publicação e exposição está sujeita a autorização do Diretor de Serviços do CPF. O serviço informa, caso a caso, das opções disponíveis.
Language of the material
Português
Other finding aid
Listagem disponível no Centro Português de Fotografia.
Related material
O Centro Português de fotografia possui o Fundo Conde de Alpendurada disponível através do link: https://digitarq.cpf.arquivos.pt/details?id=1206230 e o Subfundo FRANCISCO MANUEL PEREIRA DE MAGALHÃES disponível através do disponível no link: https://digitarq.cpf.arquivos.pt/details?id=1209297

O Arquivo Nacional da Torre do Tombo possui documentos relativos à família - http://digitarq.arquivos.pt/details?id=2108122
Publication notes
MAGALHÃES, Francisco José - Deambulações. Coord. José Morais Arnaud; textos José Morais Arnaud, Artur Marques de Carvalho. Lisboa : Helen Domachowski Magalhães, 2018. 95 p. : il.; 20 cm. ISBN 978-989-20-8350-6.
Creation date
12/2/2019 2:51:01 PM
Last modification
12/2/2019 2:51:18 PM
Record not reviewed.